SNA - Sindicato Nacional dos Aeroviários

A+ A A-

Fraude na assembleia de criação do Sindiaero-DF

IMG-20150702-WA0017

Categoria revoltada por ser impedida pelo Sindiaero-DF de votar, tenta participar de assembleia

A assembleia em que a categoria aeroviária deveria votar se é contra ou a favor da criação de um sindicato regional em Brasília, no dia 30 de junho, foi exemplo de total desrespeito à democracia por parte de pessoas que se dizem representantes dos trabalhadores. Quando os representantes do Sindiaero-DF se deram conta de que perderiam a votação, já que grande parte dos aeroviários e aeroviárias presentes eram favoráveis à unidade do SNA (Sindicato Nacional dos Aeroviários), iniciaram uma série de atos truculentos e que podem, tranquilamente, ser classificados como fraude.

Houve um grande tumulto, pois os representantes do Sindiaero-DF impediram aeroviários e aeroviárias de entrarem no local onde a assembleia seria realizada. Apenas poderia votar quem fosse autorizado por eles. Na porta, a categoria revoltada tentava entrar. Para finalizar, a votação foi feita por aclamação, sem nenhum tipo de documentação que comprovasse que os profissionais de Brasília desejavam, de fato, a criação de um Sindicato regional. Trabalhadores e trabalhadoras ficaram indignados.

O absurdo foi tamanho que até mesmo um aeroviário que votou a favor da criação desse sindicato fez uma declaração de repúdio ao Sindiaero e entregou o documento ao oficial de justiça. Trabalhadores também foram à delegacia prestar boletim de ocorrência. O jurídico do SNA vai acionar a justiça para caracterizar a assembleia como fraudulenta. A direção dessa e entidade não vai admitir a criação de um Sindicato regional nessas condições.

SNA prova que Sindiaero-DF e filiado à Fenascon

O Sindiaero-DF é filiado à Fenascon, Federação de Asseio e Conservação que defende que os profissionais que atuam nos aeroportos sob contrato das empresas terceirizadas não pertencem à categoria aeroviária. A consequência disso é o aumento da jornada de trabalho de seis para oito horas, perda de cesta básica em caso de uma falta por mês, não pagamento de extras nos domingos e feriados, além da redução da licença maternidade de seis para quatro meses. Apesar de a direção desse sindicato negar verbalmente sua filiação à uma Federação que tira direitos de trabalhadores e trabalhadoras, os documentos comprovam o contrário. Essa é só mais uma prova de que a categoria deve se preocupar em ter pessoas como essas em sua representação.    

documentos

Última atualização em Quinta, 02 Julho 2015 19:35

Acessos: 24

Audiência no MPT em Vitória da Conquista (BA)

 aeroporto

Direção do SNA (Sindicato Nacional dos Aeroviários) participa de audiência na Procuradoria do Trabalho, no Município de Vitória da Conquista (BA), no dia 18 de junho. O encontro foi resultado de uma série de denúncias feitas pela entidade sobre as condições irregulares de trabalho impostas no aeroporto local. Além dos dirigentes sindicais Nilton Mota e Geraldo Santos, participaram da reunião representantes das empresas Azul, Passaredo e Socicam.

Essa última, concessionária responsável pela administração do Aeroporto Pedro Otacílio Figueiredo, foi apontada pelo SNA como a principal responsável pelas péssimas condições laborais. Já as companhias aéreas são indicadas como corresponsáveis pelas irregularidades. Entre elas, problemas no deslocamento da bagagem, o que obriga funcionários (as) a carregarem peso excessivo. Há falta de equipamentos como esteiras e tratores, profissionais puxam as pranchas manualmente, com cerca de 700 quilos.  Também não há banheiro para trabalhadores (as) e local próprio para as refeições.

Um dos casos mais graves que precisa ser apurado é o desvio de função. Profissionais realizam atividades de aeroviários, mas não são reconhecidos como integrantes dessa categoria. Ou seja, não são contemplados pela CCT (Convenção Coletiva de Trabalho), nem pela Regulamentação Profissional. O caso acontece na Socicam e Passaredo. Essa última, também foi denunciada por não fazer depósito de FGTS e atrasar pagamento de salários, benefícios e férias – funcionários (as) apenas recebem quando voltam a trabalhar.

Acesso ao pátio

Nilton Mota informou que, em suas duas últimas visitas ao Aeroporto de Vitória da Conquista, ele não teve autorização para ir até o pátio aeroportuário verificar as condições de trabalho dos funcionários, tendo que permanecer apenas na área administrativa. A Socicam negou esse impedimento durante audiência, mas afirmou que vai agendar uma visita para melhor avaliação do dirigente sindical.

A concessionária também garantiu que pretende fazer uma reforma no Aeroporto, para melhorar as condições de trabalho dos aeroviários e aeroviárias, e que verificaria a questão de desvio de função. Porém, não apresentou nenhuma prova de que essas medidas seriam de fato adotadas. A Procuradora do Trabalho, Dr. Ana Carolina Ribemboim, pediu a apresentação de documentos que garantissem as afirmações feitas pela Socicam.  Já a Passaredo informou que vai verificar as denúncias. A única empresa que não foi apontada por nenhum tipo de irregularidade foi a Azul Linhas Aéreas.

Mobilização Local

O diretor do SNA Nilton Motta visitou a base de Vitória da Conquista nos dias 30 de maio e 8 de junho, com o objetivo de esclarecer a categoria sobre a legislação trabalhista e mobilizar contra a série de irregularidades que o ocorrem no Aeroporto local. O trabalho apenas está no processo inicial e dirigentes sindicais não vão permitir que a categoria sofra com a imposição de péssimas condições de trabalho. A iniciativa faz parte do projeto de integração das bases, implementado pelo atual presidente da entidade, Luiz da Rocha Cardoso Pará, no início de seu mandato.     

trator3

trator2

Profissionais puxam pranchas manualmente no Aeroporto Pedro Otacílio Figueiredo, com cerca de 700 quilos 


IMG-20150625-WA0010

IMG-20150625-WA0009

Visita à Vitória da Conquista faz parte do projeto de integração das bases, implementado pela atual direção do SNA


Última atualização em Quinta, 02 Julho 2015 14:43

Acessos: 19

SNA denuncia Ares de Ilhéus (BA) ao MPT

aeroporto2

SNA (Sindicato Nacional dos Aeroviários), subsede de Ilhéus (BA), solicita que uma fiscalização seja feita pelo MPT (Ministério Público do Trabalho) na empresa terceirizada Ares. No ofício encaminhado pelo dirigente sindical André Luiz Carvalho da Silva para a Procuradoria do Trabalho do Município de Itabuna, no início de junho, são apresentadas uma série de denúncias contra a prestadora de serviços.

Entre as irregularidades trabalhistas praticadas consta que, em pleno mês de junho, os profissionais ainda não receberam o reajuste salarial e respectivo retroativo acordado entre sindicatos filiados à FENTAC/CUT (Federação Nacional dos Trabalhadores em Aviação Civil/Central Única dos Trabalhadores) e empresas aéreas em fevereiro. A data base da categoria é em 1 de dezembro.

Profissionais que atuam no turno da madrugada também sofrem com a falta de transporte público e, por não terem condução custeada pela empresa, são obrigados a pagar por motoboys para se locomoverem em segurança. Além disso, cursos e reuniões não são validados como hora extra para os APACs (Agente de Proteção da Aviação Civil), salvo no caso de supervisores. Ou seja, apenas para a chefia o cumprimento da cláusula 14 de CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) é válido.

Uma reunião foi realizada com o representante da Ares, Adriano Gonçalves, e com o gerente de segurança da Infraero, Fábio Cerqueira, no dia 25 de maio. Na ocasião, a direção do SNA informou sobre as irregularidades e pediu que o caso fosse solucionado. Como a tentativa de diálogo não resolveu o problema, uma denúncia ao MPT foi necessária.

Novidades na base de Ilhéus

A luta por melhorias para aeroviários e aeroviárias da base de Ilhéus (BA) vai além de denúncias aos órgãos públicos. A direção do SNA está fechando parceria com empresas para garantir descontos aos associados e associadas em academias, clubes, cinemas, farmácias e cursos. Em breve novidades sobre convênios serão divulgadas. A direção também busca uma sala para que possa prestar melhor atendimento à categoria e um advogado local que forneça assessoria jurídica gratuita aos sócios e sócias do SNA. 

Última atualização em Segunda, 29 Junho 2015 18:59

Acessos: 38

SNA busca solução de acesso ao Aeroporto/MS

20150623 075138

Dirigente sindical do SNA (Sindicato Nacional dos Aeroviários), subsede de Campo Grande (MS), busca solução na Câmara dos Vereadores para questões relacionadas ao acesso do Aeroporto Internacional. No dia 23 de junho, Maciel Fogo participou de reunião com Edil Albuquerque, ex-prefeito local, para falar sobre problemas que envolvem a sinalização do trânsito e, consequentemente, resultam em multas para público usuário e trabalhadores.

A velocidade estabelecida na avenida recém construída que permite acesso ao Aeroporto Internacional de Campo Grande é de apenas 50km/h. O baixo limite gera uma série de multas e habilitações cassadas, como é o caso de muitos taxistas. Pensando nisso, Maciel Fogo, dirigente sindical do SNA, procurou o presidente do Sindicato dessa categoria, Bernardo Quartin Barrios, e juntos participaram de audiência com o vereador Edil Albuquerque.

Próximo encontro

O vereador vai agendar reunião com representantes do exército, base aérea, SNA, Sindicato dos Taxistas e Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito). O objetivo será avaliar a possibilidade de alteração dos limites de velocidade para acesso ao Aeroporto. O delegado sindical Maciel Fogo acredita que o problema será resolvido em poucos meses.

“Tive a iniciativa de organizar essa articulação política após receber vários relatos dos colegas aeroviários. O vereador abraçou nossa causa e esperamos que, para alívio dos trabalhadores, esse problema seja resolvido em breve”, declara. Maciel também cita um projeto arquivado de edificação de passarela para pedestres em frente ao Aeroporto. Segundo ele, os próximos encontros também servirão para que essa ideia seja amadurecida e o projeto desarquivado.   

20150623 084141                  

Na foto: Vereador Edil Albuquerque (esquerda) e o dirigente do SNA Maciel Fogo, na Câmara dos Vereadores de Campo Grande 

Última atualização em Segunda, 29 Junho 2015 15:33

Acessos: 30

Galeria de Fotos SNA

 
Comemoração do Dia do Trabalhador em 2015

Direção realiza trabalho de base em Fortaleza

SNA realiza Plenária Nacional do Sistema Diretivo

SNA participa de assembleia da CUT no Chile

SNA realiza paralisação em suas principais bases

Campanha Salarial 2014 - 2015: Paralisação em Brasília

Paralisação relâmpago no Aeroporto Santos Dumont

Sindicatos filiados à FENTAC realizam ato em frente ao SNEA

Abertura da Campanha Salarial 2014-2015

Comemoração de 72 anos do SNA

SNA realiza curso de formação para dirigentes sindicais

Lançamento do Bloco dos Aeroviários Insatisfeitos

Lançamento da Campanha Salarial 2013-2014

Seminário Campanha Salarial 2013 - 2014

Nova formação da direção do SNA toma posse

SNA participa de atos nacionais

Grupo visita Colônia de Férias dos Aeroviários

Manifestação pelos empregos da Webjet

Rodada de negociação da Campanha Salarial 2012

1º Rodada de negociação 2012/2013

Stand Permanente

Seminário Campanha Salarial

Campanha Salarial 2008-2009

Assembleias na VEM

Manifestação contra American Air Lines

Movimento contra empresas americanas

Ato contra Air France

Aniversário de 67 anos do SNA

Manifestação contra VitSolo

Direção do SNA é reeleita

Excursões à Paraty

Dia Nacional de Luta

Polícia agride manifestantes

Aquecimento para a greve

Colônia de Férias dos Aeroviários

Manifestação Campanha Salarial 2011 no AIRJ

Sindicatos organizam movimento no Rio

logo fentac logo itf logo cut

Av. Churchill 97 4º Andar, CEP 20020.050
Centro - Rio de Janeiro
Tel:(21)2220-2497, Fax:(21)2262-3237
Área Administrativa SNA

Desenvolvido por: True Tecnologia